Dicas para decorar o quarto do bebê

em 5 de fevereiro de 2018

* Uma das fases mais importantes na vida de um casal é a chegada dos filhos. São tantos sonhos, planejamentos... E além da expectativa por saber o sexo do bebê, vem a deliciosa tarefa de escolher os detalhes do quartinho do mais novo membro da família. Muitas vezes os pais optam até mesmo por trocar de casa e passam a procurar apartamentos para vender, casas em condomínio fechado à venda ou ainda apartamentos para alugar um pouco maiores, justamente para comportar uma família maior.
Mas como escolher os móveis certos para o quarto do bebê? E as cores, quais escolher? Será que tem algum tipo de objeto proibido para o quarto dos pequenos?
 Calma... As dicas são exatamente sobre esse tema.

 Dicas para decorar o quarto do bebê


Como definir a decoração do quarto do bebê?

Naturalmente as mamães e papais assim que recebem a notícia que a cegonha vai fazer uma visitinha automaticamente começam a pensar no futuro quartinho. E ao saber do sexo então? Tudo fica mais fácil. E se na casa toda há vários estilos para decorar, nesse cantinho tão especial é claro que não seria diferente.
Para quem vai optar por fazer um ambiente bem tematizado, a dica é pesquisar em sites especializados, e até em revistas algumas referências, tanto para meninas, quanto para quem vai receber em seu lar um menininho. Se a opção do quarto for mais neutra é mais fácil de acertar pois tons como o branco, bege, amarelo e cinza caem muito bem. Para o quarto do bebê o ideal é escolher cores com tonalidades mais calmas, justamente por que para o recém-nascido tudo ainda é muito novo, e quanto mais aconchegante para ele for o ambiente, melhores serão as horinhas preciosas de sono.

De olho nas tendências para quartos de bebê

Se nas paredes imperam as cores neutras, nos móveis as cores vêm com tudo. A tendência agora é a dos berços com duas cores, ou até mais, estando o amarelo em evidência. O azul também vem ganhando força tanto nos quartinhos femininos, quanto nos masculinos, é claro. Voltando a falar das paredes, os papeis continuam em alta, principalmente os listrados, que além de dar uma cara mais aconchegante, ainda dão impressão de amplitude no ambiente.

As texturas, painéis de mdf – principalmente com luzes de led imitando céu estrelado -, gesso e as molduras tanto de teto quanto de parede também vem com tudo na decoração infantil. Ou seja, muito glamour para o quarto do bebê. E se a ideia é dar para ele ou ela um verdadeiro reino, invista no dourado nos detalhes. A cor representa a nobreza e combina tanto com meninos, quanto com as meninas por não ter nenhuma associação com gêneros.

No mobiliário, quanto menos melhor, justamente pensando em decorações minimalistas e principalmente para casas e apartamentos menores. Destaque para os nichos, que há tempos estão na moda e caíram no gosto popular justamente pelo baixo custo e pela praticidade. Berços, cômodas e demais móveis puxando para o bem moderno ou para o provençal são a febre do momento, portanto mamães, se havia alguma dúvida quanto a isso, pode investir sem medo!
Os leds, figuras geométricas e temas como floresta, bailarinas e ursinhos também ganham destaque para os próximos anos.












{imagemimagem, imagem, imagem, imagem, imagem, imagem}

Funcionalidades no quartinho do bebê
Apesar de muito lindos, alguns detalhes servem apenas como itens decorativos e não são tão funcionais assim no quarto do bebê. Aqui a dica é analisar os gastos com alguns itens. Vale ficar atento também com a cor da iluminação escolhida. As lâmpadas azuis, por exemplo, já foram cientificamente comprovadas que atrapalham o sono, e bebês precisam de muitas horas de descanso, principalmente nos primeiros meses de vida.
Outra dica é com relação ao mobiliário, como guarda-roupas para bebê. Se a sua situação financeira não anda lá essas coisas, talvez valha a pena investir em um móvel que supra por mais tempo as necessidades de seu filho, pois naturalmente com o passar dos anos o tamanho das roupas aumenta, assim como a quantidade. Um móvel muito pequeno terá utilidade por pouquíssimo tempo, sendo necessário sua substituição, e consequentemente, gerará mais gastos.
Uma boa dica são as cômodas, pois sua superfície pode servir de trocador enquanto seu bebê é pequeno, e com o passar do tempo pode transformar-se em mesinha de estudos ou de apoio para guardar os brinquedos. Outro cuidado que os pais devem tomar é com relação ao piso do quarto. Evite materiais muito lisos ou de difícil limpeza, como os carpetes por exemplo. Esse tipo de material junta muito pó e ácaros, se tornando um inimigo do sistema respiratório tanto das crianças quanto dos adultos.
Se não houver opção, higienize sempre que possível com aspirador de pó e produtos especiais para tapetes e carpetes. Dê preferência para persianas ao invés das cortinas de tecido, pois são mais fáceis também de manter limpos e evitam o acúmulo de alérgenos. E mais importantes do que qualquer item de decoração, está a segurança, principalmente nas janelas.
Não importa se seu filho ainda é recém-nascido, invista em telas protetoras, pois eles crescem super-rápido e qualquer milissegundo de distração pode ser sinônimo de acidentes graves. No berço também deve haver o cuidado para que as grades sejam bem firmes e fixas para evitar quedas, principalmente nos modelos 2 em 1, em que há a opção de mini cama (que são ótimas, pois podem acompanhar o crescimento da criança).

Quarto Montessoriano
O modelo virou o queridinho do momento por sua praticidade, beleza e funcionalidade. Além disso, confere mais segurança, pois como o colchão fica bem próximo do chão, evita que a criança ao atingir aquela idade que eles adoram descer sozinhos do berço, caiam e acabem se machucando. E é justamente essa a ideia, deixar tudo a altura da criança para que ele cresça com autonomia, segurança e seja estimulado desde os primeiros dias de vida naturalmente.

Nesse tipo de decoração alguns itens são indispensáveis e as vezes nem constam nas outras decorações, como espelho e barra afixada à parede. No caso do espelho, a ideia é de que desde cedo a criança se reconheça e a barra é para quando ele começar a fazer esforço para começar a andar, e se segure nas barras como auxílio.
Se seu estilo não é bem esse, você pode aproveitar algumas dicas desse método centenário, como deixar brinquedos sempre fáceis ao alcance dos pequenos para dar a eles autonomia desde cedo, investir em tapetes para delimitar a área de brincadeira, e etc. 
* Estas são dicas de decoração que o pessoal do site Chaves na Mão preparou especialmente para você leitor do Blog de Decoração e Reciclagem Reciclar e Decorar com imagens escolhidas a dedo por nós.

Seja sempre bem-vindo(a) !
 Inspiração é o que não falta aqui, independente do seu estilo! 

 Um beijo


4 comentários:

  1. Amei as dicas, já compartilhei com a minha irmã que está gravidinha.

    ResponderExcluir
  2. Fabi, no momento certo! Acabei de descobrir que estou com 6 semanas de gestação! Obrigada pelas dicas, amei! Bjks, Priscilla.
    www.feminiana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns Priscilla!

      Curta muito esta fase que é maravilhosa <3

      Excluir

Seja sempre bem-vindo(a) ao Blog de Decoração e Reciclagem Reciclar e Decorar!

Dúvidas e sugestões entre em contato pelo e-mail: reciclaredecorar.blog@gmail.com

Inspiração é o que não falta por aqui !



Topo